sábado, dezembro 27

Foi a preto e branco


Foi a preto e branco

Sentado aguardava

Um sinal para saltar
De uma ponte invisível
Que dá caminho ao desconhecido.

Caminho em baixo de um céu negro
Onde os raios de luzes não ousam entrar.
Ergo a cabeça olhando para cima
Revendo as minhas doenças no céu espelhado.

Aconchegado pelo "imperfeitismo" do meu ser
Retorno a caminhar sobre as lágrimas caídas.
Mas desta vez com um sorriso,
Que solta gargalhadas.

O meu coração irá cair aos meus pés
Com o jorrar do sangue que pulsa...
Ajoelho-me.
O sangue sai preto como o céu sobre mim.
Corto as veias e deixo-o cair.
O sorriso deixou de existir.
Os sentimentos deixaram de se fazer sentir...

"O Blog é o meu Diário Psicológico"

Pedro Mota (27-12-2008)

Editado:
Música gira:
Clint Mansell - Together We Will Live Forever (Fica bem com o poema) .

Sem comentários:

Enviar um comentário