sábado, abril 21

Quero provar...


Apertar-te as mamas é sentir-te de perto o coração a acelerar. Beijar-te os lábios é saber-te de cor os inteiros. Provar-te a boca do corpo é viver contigo uma emoção só nossa, um segredo. Quando a cama está debaixo de nós e nos cobrimos com os lençóis, o resto é segredo. Fazemos segredos que se ficam pelos interiores cobertos pelos cobertores. E quando os arredamos para o lado eles não fogem. Eles desaparecem e ficam apenas entre nós. Nas nossas memórias. Nos nosso corpos suados e excitados.

Se saborear uma mama tua é uma porta que abro que para que fiques possuída pelo demónio, então quero tocar em tudo o que tu tens, para te soltar das amarras que durante o dia te prendem de ser um animal. Se eu controlo o meu corpo tal como tu, na cama soltamos as almas que precisam de sentir a liberdade que perdem durante todo o dia.

Geme meu amor. Quero provar os teus orgasmos uma vês mais.

5 comentários:

  1. quem tem uma alma recheada de perversidades quem é?
    BEAUTIFUL

    ResponderEliminar
  2. gosto imenso ... para teres noção eu faço amor psicológico com certos textos teus ;)

    ResponderEliminar
  3. Não mesmo, mas obrigada na mesma*

    ResponderEliminar