sábado, julho 23

Toda agente quer saber porquê

Toda agente quer saber porquê. O porquê de ter acabado com a minha ex. O que aconteceu para que tal tenha acontecido. As pessoas gostam sempre de saber os pequenos pormenores. já falam dela, já só falam dela. Querem saber porquê e digo que tinha de ser. E as suas caras ficam pálidas, o olhar entristece, pegam-me nos braços e abanamos. Dizem que é uma pena, que estávamos tão bem um para o outro. Que éramos tão assim e tão assado. A vida é assim. Também tenho pena de ter que morrer, ou hoje ou amanha, tenho pena por isso ter que algum dia mais tarde ter que acontecer. As atitudes fica para quem as pratica, não é verdade? Quando estamos de consciência tranquila sobre o que fizemos e dissemos à outra pessoa, mesmo que nos lembremos de que houve alturas em que mais valia era termos estado calados, não justifica que o que tentámos fazer não desapareça em vão. Remói-me ver quem lhe é chegado, rir-se na minha cara, com a pessoa que estou neste momento. Ela está casada por assim dizer. Arranjou outro e que assim fique e seja feliz para sempre. Que seja mais do que conseguiu ser comigo. O que ela faz agora ou deixa de fazer, a mim já não me interessa. A vida é assim. Cada um sabe de si. Temos idade suficiente para perceber de que as pessoas vão e vêm. 

Eu não quero saber se acabar foi ou não o melhor. Eu sei o que aconteceu e sei que fiz bem. Não percebo porque vêem ter comigo a dizer e a perguntar: 
- Estou muito chateada contigo. Porque acabaste com ela? 
- Porque sim. Porque muita coisa acontece para isso se dar! 
- Mau. Vocês eram tão isto e aquilo. Fiquei triste. 
- Então e o que tem? Agora tenho de andar com a rapariga só porque as pessoas acham que devemos andar juntos? Só porque acham que as pessoas agora têm de gostar uma da outra por obrigações? Ou por gostos de terceiros? 

A sério que me farto. Acabou acabou. Cada um agora segue a sua vida. Sempre foi e assim será. As pessoas acabam por alguma razão. É porque algo não está bem e não porque não lhe apetece mais...

Cada um faz o seu ninho para morrer.

7 comentários:

  1. não podia concordar mais!
    tu tiveste os teus motivos e SÓ a ti te dizem respeito :)

    ResponderEliminar
  2. oh, talvez ... acho que um filho consegue magoar menos :c

    ResponderEliminar
  3. respondendo um pouquinho ao que escreveste no meu blog, espero que vivas mais o que falas do que o que escreves aqui no teu espaço. (apesar de ser muito agradável ler-te)

    Quanto ao que falas, as pessoas quando nos vêm com alguém , e acham que ficamos bem, depois custa-lhes a deixar de ver o que viam. Mas tens toda a razão, é o que tem de ser, e não se fica com alguém porque as pessoas assim o entendem, mas sim porque é da nossa e da outra parte também, ficar junto, até um dia...

    ResponderEliminar
  4. é algo tão comum, por vezes numa relação preocupamo-nos mais com o que os outros pensam e acabamos por nos esquecer-mos de nós próprios...temos de saber tomar uma atitude, é inevitável

    ResponderEliminar
  5. as pessoas pensam em determinado momento que lhes pretencemos...que somos parte delas que a nossa relação é da conta delas e que temos explicações a dar quando por circunstancias que so nos (ex-namorados) temos de saber e mais ninguém...são coisas nossas do nosso intimo, da nossa privacidade, e eu detesto quando alguém tenta intrometer-se sem pedir autorização. O que eu faço ou deixo de fazer só a mim me diz respeito e ninguém tem a ver com isso a não ser que partilhe com essa pessoa.

    ResponderEliminar
  6. Eu sei que é uma história triste e que a maioria das pessoas não gostam de histórias tristes mas eu gosto porque as acho mais reais que as que tem finais felizes (paranoias).
    Mas ela estava a chorar supostamente porque gostava do seu namorado e se separaram.

    ResponderEliminar