sexta-feira, março 12

Não me preocupei.

the whisper by *hybrid4u

Entrou tão silenciosamente, com os seus sapatos pequenos que tanto adoro. De mochila de portátil ao ombro, entrou e deparou-se comigo, chegando a observar o vazio que existia ali em volta. Olhou-me, contemplou por segundos e dirigiu-se com alguma hesitação para uma mesa mesmo ao meu lado. Por ali ficou com o portátil aberto, escrevo e lendo qualquer coisa que eu não fazia a mínima ideia do que era, e não queria saber. Cara calma, de ouvidos postos no mundo. Estava eu sentado a estudar quando se me apareceu. Não liguei muito, afinal, ela não era desconhecida, pois já a vira na rua umas quantas vezes, assim como muitos dos amigos dos amigos dela, eram meus "amigos" também. Pronto conhecidos vá. Estava com vontade de lhe apertar a mão. Nada de mais. Apenas dizer qualquer coisa. Um olá e ficar calado o resto das horas no caso de esta não responder com a mesma intensidade.

No fim de tantas tentativas de lhe conseguir ver a cara, que lhe era protegida por cabelos loiros, desisti. Os meus caracóis também não estavam a ajudar nada. Só se metiam à frente da vista, fazendo-me sentir náuseas, causando também grandes tonturas e desconcentração no estudo. Eu não podia cortar o cabelo. Coitado de nada tinha culpa. mas se pudesse subir um pouco mais para cima, agradecia de bom tom. Não tinha nada com que me preocupar. Não a queria conhecer, nem muito menos sonhar sobre ela, imaginando-me de mãos dadas com ela, só para matar as agonias do coração. Deixei-me estar no canto, sempre a pensar na sua beleza. Nada mais. Depois de algum tempo, arrumou as coisas e foi-se embora. Mostrou então o bonito rabo e as maminhas lá um pouco ao longe. Ao longe porque os caracóis não me deixavam ver muita coisa. Depois de ir ao fundo e olhar uma ultima vez para ela, reparei que também ela tinha caracóis. E se não eram bonitos. Ficou-se-me no passado. Morrera lá, por lá ficara.

Comecei hoje a ler "Memorial do Convento". (A ver se arrebito!)
Pedro

17 comentários:

  1. lê o que eu escrevo e o que tu escreves :D

    ResponderEliminar
  2. Eu sei que já te disse isto, mas nunca é demais dizer até porque é verdade, tu escreves mesmo muito bem :)

    ResponderEliminar
  3. pr'a proxima vai lá e diz-lhe olá.

    ResponderEliminar
  4. Adorei esse livro, ainda há pouco tempo me lembrei como existem poucos livros como o Memorial do Convento!!

    ResponderEliminar
  5. duvido que arrebites ao ler esse livro :D

    ResponderEliminar
  6. tretas , isso não significa nada :o

    ResponderEliminar
  7. LOL ai sim ?
    então e meninas bonitas e vazias ?

    ResponderEliminar
  8. lá está, mas nem todas as meninas bonitas tem namorado, garanto-te

    ResponderEliminar