quinta-feira, janeiro 14

Quando te conhecer....


Tinha já passado algum tempo, desde que as nuvens partiram com a sua chuva para um lugar algures escondido no céu vestido de branco. Um dia, chegas perto, de sorriso curioso no canto da boca, de olhinhos de investigadora, pensando com as letras todas, o que tanto querias ouvir, ou chegar a perguntar. Olhas-me, querer ler nos meu lábios o sentimento que aguentas no coração, sem dar muito atenção.

Fazes-me sorrir. Qualquer coisa que digas, fazes-me sentir assim. Por cada beijo que me dás na ponta do nariz, na bochecha que teima em rosar, na testa que me faz sentir uma comichão. Toda a vez que me envolves nos teus braços, consigo sentir o teu calor, ou o teu pequeno roedor - que só se alimenta do meu coração - a bater com os pés, com tamanha alegria, a cada toque que te chego a fazer, nas mãos, de carinhos. Beijinhos, pedes sempre tu, sempre a sorrir. Fica por um bocado.

Tenho medo. Medo que quando te conhecer finalmente, tenha palavras para descrever o que sinta, e não deixar-me ficar por pequenas sem nada no seu interior. Tenho medo de não conseguir escrever uma coisa que seja real. Quando te conhecer...

7 comentários:

  1. Não agradeças, quem têm que agradecer sou eu! Obrigada, fico contente por teres gostado também :)


    O quanto perdemos à conta do medo.
    O teu texto, para variar, está de uma soberba beleza.

    ResponderEliminar
  2. « Fazes-me sorrir. Qualquer coisa que digas, fazes-me sentir assim. Por cada beijo que me dás na ponta do nariz, na bochecha que teima em rosar, na testa que me faz sentir uma comichão. Toda a vez que me envolves nos teus braços, consigo sentir o teu calor, ou o teu pequeno roedor - que só se alimenta do meu coração - a bater com os pés, com tamanha alegria, a cada toque que te chego a fazer, nas mãos, de carinhos. Beijinhos, pedes sempre tu, sempre a sorrir. Fica por um bocado. »
    Oh, está lindo *.* Fez-me mesmo lembrar uma história da minha vida (:

    ResponderEliminar
  3. Oh, mas isso também é bom. A nossa imaginação leva-nos a sonhar. E nós nunca devemos parar de sonhar. Apesar de que é muito melhor viver os sonhos, obvio. Quem sabe se tu não venhas a viver isso, ou algo do género (; Basta acreditares*

    ResponderEliminar
  4. Isso é uma grande verdade. Devemos sonhar, mas não nos devemos deixar envolver demasiado nos sonhos, porque quando acordarmos para a realidade podemos cair!

    ResponderEliminar
  5. E vais conhecer a mais bela das princesas :)

    Com textos destes de certeza que ficará encantada por ti, Pedro...

    Beijinhos *

    ResponderEliminar