quarta-feira, setembro 9

Somos Iguais!!

Estamos de volta. E vamos voltar a esperar até ao fim do dia. Onde pegamos nos nossos barcos, correndo em direcção à lagoa junto ao parque da cidade. E fazemos o mundo sentir-se no passado. A hora chegou exactamente mesmo a tempo de nos tornar-mos aqueles que estão sempre a correr. Vamos esquecer os nossos e escolher outros dentro do saco que nos aguarda fora do nosso quarto. Fazemos isto todos os dias. E fazemos-o à nossa maneira. E conquistamos tudo o que conseguirmos. Já fizemos muitas vezes isto. Enfrentamos as áridas areias do oeste de pistola de plástico em punho... No meio da rua vestidos a rigor enfrentando complexidades. O tempo é nosso, situando-se parado e afastado dos relógios.
 
O meu mundo, seria totalmente desesperado sem o teu, mesmo que a tua existência faça apenas grande força sobre a minha quando falo contigo. Quero ir para casa. Vamos vestirmos de pirata sentados em cimas de vassouras fingindo serem barcos super rápidos dos tempos dos Reis.

Mesmo que a tua personalidade não tenha nada haver com a minha e a tua pancada é bem menos que a minha, não é por causa disso que deixo de gostar de ti como a pessoa que muito ou pouco me conhece. Pois não te quero conhecer. Quero apenas viver contigo. Ok esta foi forte. A nossa amizade é profunda e mal precisamos de saber o que o outro gosta porque é tudo muito relativo para nós dois. Ambos sabemos bem as coisas que nos marcaram. E uma dessas foi fazer parte da vida de um do outro. És meu irmão. Irmão gémeo que mais parece um amigo daqueles de infância com quem passamos tardes e tardes um com o outro na galhofa ou até mesmo a fazer estupidez. A mim mal mentes, pois eu conheço bem o teu olhar e as tuas expressões para saber quando mentes ou até mesmo quando queres ferir alguém ou alguma coisa. Por vezes vejo-te como um irmão mais novo, mesmo que a idade esteja a cima da minha compreensão. É assim que te vejo. Porque sou mais velho? Não. Sei lá. Porque me sinto mais à frente do que tu? Não. Não estou aqui para competir contra ti. Bem, um dia destes digo-te o que é...

Os nosso momentos juntos dentro de lojas e centros comerciais. As tuas tendências matam muitas das minhas, assim como as minhas matam alguma das tuas. E misturam-se umas com as outras formando coisas completamente anormais e irracionais. Os assaltos ao boneco verde das caixas de multibanco, as gargalhada dadas bem alto dentro de lojas... As grandes conduções perigosas que fazemos, sempre com os pais no branco de trás. Melhor irmão do que tu? Às tantas só eu. Mas sem uma pessoa como tu, mesmo que totalmente diferente de mim não seria como é. Nunca acabaria de te gabar a presença.
Ainda bem que nasceste meu irmão. :]

Os comentários já estão a funcionar. :)

25 comentários:

  1. finalmente :D
    não existe amor igual! texto fantástico. um beijinho*

    ResponderEliminar
  2. tens um irmao gemeo ? :O
    eu tambem tenho uma irmã --' Mas eu sinto-me mais nova ! xD

    ResponderEliminar
  3. nao sei, tenho atitudes que me fazem parecer isso !
    Acho que o que escreveste seria o que ela escreveria (s escrevesse) e nao eu ! LOOL

    ResponderEliminar
  4. sou mais nova..xD
    se calhar é dai tbm --'

    ResponderEliminar
  5. Mas o que eu sinto com ela de ser mais nova, mais 'criança' (é mais isto q qero dizer) sinto tambem com os meus amigos ! Eu nao sei mas é algo que me dá assim na cabeça !
    Pode ser q depois dos 18, em Dezembro xD, isto passe !

    ai personalidade tenho, bem distinta da dela ;)

    ResponderEliminar
  6. é bom sentir-me assim as vezes --'

    ;D

    ResponderEliminar
  7. o melhor amor do mundo, é esse. :D
    beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. está fantastico o texto. Desculpa a invasão.

    ResponderEliminar
  9. a serio, gosto imenso dos teus textos :D

    obrigado pelo comentário tão exuberante :b

    beijinho*

    ResponderEliminar
  10. epá, sim estarás sempre cá enquanto se lembrarem de ti. isso é verdade. :)

    ResponderEliminar
  11. o que vale é que este momento de mau está no fim :b

    ResponderEliminar
  12. concordo!
    então nunca percas essa vontade, nem gosto de viver pedro. :D
    isso é muito bom, talvez do melhor que temos.

    ResponderEliminar
  13. ups desculpa, foi falta de respeito te tratar pelo nome? :X

    ResponderEliminar
  14. HAHAHAHAHA!
    és demais tu; gostei dessa! xD

    ResponderEliminar
  15. LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL; tá boa. xD

    ResponderEliminar
  16. eu gosto de tratar as pessoas pelos nomes, pelos verdadeiros nomes. é talvez, uma panca minha.
    obrigada então, o meu nome é débora; o marie é alcunha do namorado. logo até parece que me estou a contradizer, mas não. são águas diferentes. xD

    ResponderEliminar