segunda-feira, maio 17

Sou o teu menino.

Anda cá meu anjo, aninha-te nos meus braços, deixa o meu calor aquecer-te o peito. Dá-me a tua mão, vamos criar a nossa história, viver os medos, sem que os medos vivam em nós. Sobre o teu cabelo, vem passo a passo a minha mãe acariciar-te de outros modos que não os meus lábios sobre os teus. Tens-me nos teus braços, se ganhares sorrisos, dá-me uns quantos beijos e delírios. Faz-me tremer, desenhando em mim, as crianças do passado. Sentes os calores da vida? Dá-me a tua mão. Coloco esta coroa que já foi de alguém que neste momento é tua. Partilha as cadeiras deste reino comigo. Dá-me a tua mão, partilha comigo esses teus sorrisos.

Se eu quero ser rei, é porque o quero ser contigo. Partilhar o jardins para lá de trás do nosso castelo, virado casa de verão, com mais de 1 só andar. Correr os prados, fazer os jantares na mesma casa, com as coroas em cima da cabeça. Vem comigo descobrir os mares do amor, os mares dos mundos dos sorrisos.

Sou o teu menino. Dá-me a tua mão.

3 comentários:

  1. :) Que rico menino... :)

    Sê feliz.

    ResponderEliminar
  2. que saudades disto carambas :$

    Ahh e tu dizes sempre alguma coisa de jeito, ouviuu ?

    Obrigada pela amizade :D

    ResponderEliminar