sexta-feira, março 19

Rosto com tons de rosa

Quero abraçar-me a ti e nunca mais largar. Nunca mais, ouviste?! Nunca mais te quero ver chorar. Sim?! Nunca mais quero ver esse sorriso sem brilho, esses olhos sem entusiasmo, essas mãos desprovidas de carinhos deliciosos, esses lábios sem o sabor doce do teu ser. E aquele pequeno choro que fazes todos os dias ao ires deitar-te, por teres medo que venham seres de outros planetas e me roubem de ti para sempre, ou que no seu imperfeito juízo me cheguem a fazer mal. Não tenhas medo. Estou sempre aqui.

O meu coração acorda, com os toques profundos das tuas mãos. Aquele sorriso silencioso que me lanças contagiando o ar que respiramos no momento do acordar do meu próprio coração. Sinto. Sinto. Sinto, as patas das borboletas, pousando sobre o meu corpo, nu e suave. Ouvir a brisa batendo nas folhas das árvores, pedindo misericórdia, para que não as arranquem de onde estão. Maravilhando o querer de estar lá por fora. A sensação de não saber quais as flores bem debaixo dos meus pés, as pedras que me fazem sentir coisas estranhas e confusas. Causar o respirar nos teus perfeitos lábios, aterrorizar os pulmões com um arfar inquietante.

Ouvir. Ouvir todos os sons do teu sensível coração, beijando-lhe de certo o rosto em tons de rosa, acariciando-lhe a face, afagando a mão nos cabelos louros, deixando-o ali. Aquele seu coração feminino, tão comum e delicado. Doce. Doce são os lábios, que tremem de paixão, ao ver-me chegar a sua mão, para perto da minha, juntando-se num emaranhado de fios invisíveis, conectando outros tantos, para nos fazer sentir um tremendo soluço interior, carregado do mesmo amor.

A lembrança que tenho de ti, é a respiração silenciosa que sentia sobre os meus lábios secos.
Pedro

6 comentários:

  1. Essa lembrança que descreveste na ultima frase do teu texto, adorei.. é exactamente o a minha lembrança também.

    ResponderEliminar
  2. Está tão lindo Pedro, está naquela fase dos WOW's :$

    ResponderEliminar
  3. Não digas isso, tu escreves maravilhosamente, e o sumo está renovar-se, digamos ;)

    ResponderEliminar
  4. O silêncio gosta de ser beijado até com palavras ruidosas, se estas forem tão verdadeiras e sentidas como as que falas :$

    ResponderEliminar