sábado, outubro 17

Declaração...



Preciso de ti!
Nos teus olhos vejo a tua alma partida. Meu amor, porque não te aproximas e não vens comigo? És tu quem eu quero ao meu lado. Bebé amor, chamo o teu nome para me vires dar a mão. És o meu pequeno anjo. Estás comigo sempre que preciso e até mesmo quando as luzes se apagam à noite e tudo fica escuro frio e silencioso. É aí que sinto o meu coração apavorado gritando pelo teu nome, suplicando pelos teus braços em mim. Para me protegeres dos monstros que saem à noite dos armários e que permanecem debaixo da cama para me levar de ti. Os teus  olhos dão-me vida, e a tua alegria felicidade emocional. És o único sol da minha vida. Companheira e terrorista dos belos momentos que vão acontecendo cada vez que estou de mão dada contigo.

Contas-me histórias. Segredos, e sonhos e futuros, e razões para as quais também eu tenho de estar contigo. E dás-me razões para o qual eu estou contigo. E então o meu coração bate, bate intensamente. Sentes? Esta noite, as estrelas brilham mais, e sonhei que estavas aqui ao meu lado. Quero-te aqui. O meu coração faz "bum, bum, bum".

Quando a escuridão se abate sobre ti e ficas de joelhos metidos no peito fechando-te como uma concha, soltando solusos, lembra-te de que não estás sozinha, porque eu estou mesmo ao teu lado a apoiar-te. E sempre que as lágrimas sairem desses teus olhos delicados irei limpa-las. Tu és o brilho nos meus olhos. Sinto-me vivo, e agora consigo respirar para chamar pelo teu nome.

O bater do meu coração, para antes de começar e dá a volta e não pára no mesmo lugar. Os ritmos no céu. E consegues ver as maravilhas no céu. Levanta os olhos. Mostra-me o teu interior e ajuda-me a encontrar o caminho para o teu coração para o encher de amor. Deixa os teus sonhos em cada estrela.

Eu consigo ver o por do sol a reluzir nos teus olhos. As emoções dentro de ti a sentir-se intensamente, por favor não chores. O teu coração está a bater com força conta-me porquê. Tudo à nossa volta está projectado no céu de verão.

Vou respirar outra vez...

Coisa mais lamechas que já escrevi. Sei que sou capaz de fazer melhor... Desta vez não saiu como esperava.

10 comentários:

  1. Lamechas, pindérico, meloso .. Assim mesmo que o amor deve ser *.*

    Um beijo

    A.Menina

    ResponderEliminar
  2. :) Porque sabes sempre como dar a volta ao coração de uma mulher... Dizes precisamente o que ela quer ouvir*

    ResponderEliminar
  3. lamechas (a), muashi muashi muashi muhauhau

    ResponderEliminar
  4. Vou-me repetir, sim?
    Está maravilhoso, lindo, mágico :$

    ResponderEliminar
  5. Eu nao costumo gostar de lamechice, costumo dizer que "romantico é bom e óptimo, lamechas nao", mas confesso que adorei esta tua lamechice =O mesmo =)

    ResponderEliminar
  6. Conseguias sim, fazes sempre :')
    Mas obrigada *.*

    ResponderEliminar